PUBLICIDADE
IPCA
0,24 Ago.2020
Topo

"Ganhe R$ 4.500 e trabalhe em casa": golpe do emprego se espalha pelo país

Flávio Tasinaffo

04/12/2019 04h00

No trimestre encerrado em outubro, havia 12,4 milhões de desempregados no Brasil, de acordo com o IBGE. Mutirões de emprego atraem milhares de pessoas, que aguardam horas em filas imensas. Idosos buscando recolocação ou jovens perseguindo sua primeira oportunidade chegam um dia antes e dormem na rua na esperança de conseguir uma vaga.

São mais de 12 milhões de desempregados no Brasil – Foto de Pedro Ventura / Agência Brasília

Inacreditável que uma estatística tão triste desperte nos golpistas a ânsia por obter vantagens de pessoas em situação de tamanha fragilidade. O que parece ser o emprego dos sonhos é, na verdade, um golpe, que coloca suas vítimas em uma condição ainda mais complicada, já que será preciso pagar para trabalhar. Sim, caro leitor. Você não entendeu errado. Pagar para trabalhar.

Veja o anúncio abaixo:

Falso emprego anunciado em página do Facebook

Para ter acesso a esta "excelente" oportunidade, que oferece um salário de R$4.500 sem sair de casa e com registro em carteira, o candidato precisa adquirir um jogo de ferramentas especiais, que custa R$100. Por mais que o golpe pareça óbvio, o desespero que acomete um cidadão desempregado, preocupado com o sustento de sua família, é capaz de cegar.

O jogo de ferramentas especiais ao qual se referem pode ser facilmente encontrado em lojas especializadas e serve para utilização em trabalhos delicados e equipamentos eletrônicos. O fato de serem pouco utilizadas colabora com a elaboração do golpe.

Nossa reportagem encontrou o jogo de ferramentas exigido pelos golpistas sendo vendido por menos de R$ 20 em várias lojas de departamento e construção.

Kit de ferramentas vendido pelos golpistas é encontrado em lojas de departamento e construção por menos de R$20

Os criminosos são persuasivos, apelam para o emocional e informam que restam poucas vagas. O objetivo é que a vítima não pare para pensar e faça logo o depósito. Veja neste vídeo um diálogo com o os falsos empregadores:

Tudo Golpe troca mensagens com golpista pelo WhatsApp; veja diálogo

UOL Notícias

A suposta empresa Tilimplast S/A sequer existe. Não há registro na junta comercial do estado de São Paulo, onde estaria sediada, e não aparece em pesquisas realizadas no Google. Também causa estranheza que a conta corrente informada para depósito esteja em nome de uma pessoa física.

Golpe é antigo; redes sociais ampliam seu alcance

Hoje, os criminosos utilizam as redes sociais, o que aumenta sua capacidade de alcance. Mas o golpe, em si, é antigo. Não é de hoje que falsos anúncios de emprego, outrora publicados em jornais impressos, prometem salários acima da média praticada pelo mercado, mesmo sem experiência comprovada, e que se mostram verdadeiras armadilhas.

No anúncio que apresentamos nesta reportagem, a vítima irá perder, no mínimo, R$100, ficará sem o emprego, terá os seus dados expostos e não irá receber nenhum jogo de ferramentas especiais.

Dicas para não cair neste golpe:

– Não se paga para começar a trabalhar. Neste exemplo, são ferramentas. Há agências que exigem que o candidato adquira um curso para prosseguir no processo de seleção. Cuidado!

– Faça pesquisas sobre as empresas e agências anunciantes.

– Não passe seus dados e não envie, antecipadamente, cópias de seus documentos para ninguém. Criminosos poderão utilizá-los para abrir contas bancárias, pedir cartão de crédito, entre outras fraudes.

– Desconfie de vagas com salários altos e benefícios vantajosos, principalmente quando anunciadas em redes sociais não voltadas para este fim e negociadas por WhatsApp.

– Não clique em links que ofereçam mais informações sobre determinadas vagas. Podem ser vírus, que, uma vez instalados em seus equipamentos, roubarão seus dados bancários e informações pessoais.

Queremos agradecer à leitora Célia Regina por nos ter alertado sobre este golpe. O Tudo Golpe entrou em contato com a Caixa Econômica Federal e denunciou este anunciante. 

Caro leitor, não se deixe levar pelo fato de estar desempregado. Os golpistas irão se aproveitar desta situação, ficarão com seu dinheiro e com seus dados pessoais.

Compartilhe esta matéria com o maior número de pessoas para que consigamos mitigar a ação destes criminosos inescrupulosos.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Sobre o Autor

Flávio Tasinaffo é advogado, pós-graduado em Direito Penal e Processual Penal Econômico e tem 35 anos de experiência no segmento de prevenção à fraudes

Sobre o Blog

O blog Tudo Golpe é a extensão de um projeto criado por Flávio Tasinaffo (http://tudogolpe.com.br/) com o objetivo de alertar e ajudar as pessoas a não caírem em golpes rotineiros.